A segunda edição da Expo Rio Móbile, única feira profissional no Rio de Janeiro voltada para os setores “moveleiro, decoração e hotelaria”, acontecerá de 14 a 18 de agosto, no Riocentro, das 14h às 21h, ocupando uma área total de 10.706 metros quadrados. Para esta segunda edição são esperados mais de 60 fabricantes de móveis e decoração, vindos principalmente dos polos moveleiros de São Bento do Sul (Santa Catarina) e Bento Gonçalves (Rio Grande do Sul), além de expositores de São Paulo, Rio de Janeiro e Ubá (Minas Gerais). Diferentemente das grandes feiras do Brasil, como Abimad, Abup e Salão Móvel Sul, a Expo Rio Móbile não é um evento vinculado a uma associação de empresas do setor moveleiro. Por isso, qualquer empresa do ramo interessada em expandir seus negócios no Rio de Janeiro, vinculada ou não a uma associação ou polo, pode participar.

Realizada em junho do ano passado, a primeira edição da Expo Rio Móbile movimentou cerca de 32 milhões em volume de negócios em quatro dias de feira. A expectativa para este ano é crescer 25% em cinco dias de evento, o equivalente a R$ 40 milhões. Para Francisco Gomes, responsável pela feira, a segunda edição tem tudo para superar a primeira e se firmar no calendário oficial de feiras moveleiras do Brasil. “As próximas quatro edições já estão garantidas no Riocentro e serão realizadas anualmente”, conta Gomes, lembrando ainda que o Rio de Janeiro ocupa hoje a primeira posição no ranking de cidades brasileiras que mais recebem eventos internacionais, já ultrapassando São Paulo, segundo informação divulgada em maio pela ICCA (International Congress and Convention Association), principal associação do setor. “O Rio ainda oferece aos visitantes e expositores a vantagem de conciliar turismo de negócios com turismo de lazer”, acrescenta.

A primeira edição da Expo Rio Móbile recebeu 3.600 visitantes, sendo a maioria (61%) de lojistas, 18% de hoteleiros e 15% de arquitetos, decoradores e designers. A expectativa para este ano é chegar a 4.000 participantes e incrementar a visitação de arquitetos, decoradores e designers, atingindo 25% do total. Para isso, contará com a participação da mostra Morar Mais por Menos. Entre as novidades da segunda edição da Expo Rio Móbile está o Espaço Design, um Ponto de Encontro com 260 metros quadrados criado em parceria a mostra Morar Mais por Menos, devidamente decorado para receber os arquitetos, decoradores e lojistas que visitarem a feira, como o máximo de conforto. “Aceitei o convite para participar da Expo Rio Móbile porque, assim como o Morar Mais, a feira nasceu no Rio e tem tudo para se tornar uma referência nacional no calendário oficial de feiras do setor moveleiro. Nossa cidade precisa de iniciativas como esta para mostrar todo o seu potencial de crescimento, gerar negócios e empregos, movimentar e aquecer o mercado local de móveis e artigos para decoração”, conta Lígia Schuback. “Não tem sentido um cidade que vai sediar a Copa do Mundo e os Jogos Olímpicos não ter a sua própria feira”, acrescenta. Neste espaço estão previstas palestras sobre Sustentabilidade para o mercado moveleiro, com o apoio do CAU- RJ e CAU- SP.

Diferentemente de outras feiras voltadas somente para visitação de lojistas e profissionais da área de decoração, a Expo Rio Móbile abrirá as portas novamente ao setor hoteleiro. “Em virtude da Copa do Mundo, em 2014, e das Olimpíadas, em 2016, sabemos hoje que o Rio apresenta um déficit de leitos. Desta forma, a feira será uma grande oportunidade para moveleiros ingressarem também no mercado de hotéis”. Por isso, em paralelo à feira, este ano acontecerá o “Encontro Nacional da Hotelaria”, promovido em parceria com a Federação Brasileira de Alimentação e Hospedagem (FBHA), que tem como presidente Alexandre Sampaio. Este será o último evento realizado pela Federação antes da mudança de sede para Brasília. Para este encontro e rodada de negócios foram convidados 160 hoteleiros de todo país.

 

A Expo Rio Móbile está organizando inúmeras caravanas de empresários no Estado do Rio de Janeiro, com negócios sediados em Valença, Barra Mansa, Barra do Piraí, Campos, Macaé e Cabo Frio. Em Cabo Frio, a caravana será estendida até Armação dos Búzios, São Pedro da Aldeia e Arraial do Cabo. As caravanas contam com o apoio das Associações Comerciais dessas cidades. Desde a 1ª edição, a organização do evento vende a imagem do Rio de Janeiro como “a capital das oportunidades”, em virtude dos eventos grandiosos que irão acontecer. Além disso, este ano os organizadores estão convidando cerca de 12 mil profissionais do ramo de móveis e decoração de todo Brasil, sendo a maioria compradores. Entre os expositores do Rio de Janeiro já confirmados estão Allezia, Liberal Marini, Vimoso, Szalay, Xilya, Ásia Connection e Jocari.

www.exporiomobile.com.br