Segundo matéria do Morar Bem Online, “era para estar tudo pronto, mas em obra, não há como escapar: atrasos sempre acontecem. Na reforma do apartamento do arquiteto Thoni Litsz não foi diferente. A quarta semana de obra foi tensa. Com direito à mudança chegando ainda com o imóvel em reforma e substituição de toda a equipe de pedreiros. – Precisei me mudar mesmo sem a obra estar finalizada. E morando lá, notei vários problemas que não tinha percebido antes.No boxe e na área, por exemplo, a colocação do piso não respeitou o caimento da água. Resultado: o piso precisou ser refeito. Como se não bastasse, Litsz percebeu falhas na pintura e mandou retocar todo o imóvel. Problema maior: os operários começaram a faltar. E, com isso, o pouco que faltava foi se acumulando. O jeito foi demitir todo mundo e contratar uma nova equipe. Agora, o prazo novo para o fim é sexta-feira, portanto, 35 dias após o início da reforma. Apesar desse novo caos, a quarta semana também viu alguns problemas sendo resolvidos. No quarto, as portas do armário foram finalmente substituídas por portas de correr. As cortinas foram colocadas no lugar e até alguns quadros já foram pendurados na sala. Sofá, mesa de jantar, cama e geladeira também já estão em seus devidos lugares e o apê, mesmo com toda a confusão, já começa a ganhar cara de casa”. Leia mais no Globo Online.

Fonte: Globo Online/ Morar Bem/ 03/04/13

http://oglobo.globo.com/imoveis/reforma-em-30-dias-na-quarta-semana-volta-do-caos-8016580