O blog da Lu Lacerda trouxe em nota: “Se alguém tinha alguma dúvida de que o Rio é a capital da cultura e da vanguarda no Brasil, é só dar uma olhada no time que veio até aqui para ver a exposição ‘Estilos de Sedução’ – um dos eventos da programação da Conferência Geral do Conselho Internacional de Museus (ICOM). A começar por Cidô Brecheret, nora do escultor Victor Brecheret e que preside a fundação homônima, e Maria Izabel Branco Ribeiro, diretora da Fundação Armando Álvares Penteado, que se juntaram a Mariana Mancini, da Fundación Millan de Arte Y Cultura Latinoamericana, de Córdoba, e Juliette Singer, comissária científica de 14 museus de Paris. Cidô e Maria Izabel são figuras bissextas no Rio, mas era impossível pensar na visita guiada desta sexta-feira (16/08) pela exposição, no Espaço Cultural Península, na Barra, sem a presença delas. São 250 peças dos estilos Art Nouveau e Art Déco – incluindo duas esculturas de Brecheret, de mais de um metro de altura, que vieram de São Paulo. Em cartaz até 17/11, ‘Estilos de Sedução’ tem curadoria de Márcio Alves Roiter, presidente do Instituto Art Déco Brasil. Ele reuniu a expressiva coleção de Carvalho Hosken, além de obras cedidas por José Roberto Marinho, Mary Zaide, Sylvia e Roberto Duailibi, Regina de Barros Pimentel e Técio Lins e Silva, entre outros”. Leia mais no blog.

Fonte: Lu Lacerda/ 16/08/13

http://lulacerda.ig.com.br/o-rio-art-deco-que-todo-mundo-quer-ver/