O site da Casa Vogue publicou em reportagem: “Ao longo de sua existência, a Maison&Objet se consolidou como um dos principais eventos do circuito internacional de design. Realizada em Paris há 20 anos, a feira decidiu expandir seus limites: no ano passado foi lançada a Maison&Objet Asia, em Singapura, e, agora, é a vez da Maison&Objet Americas, que acontece em Miami entre os dias 12 e 15 deste mês. Americas, no plural: o novo evento pretende atrair visitantes não só da América do Norte, mas também da América Latina como um todo, pela facilidade de acesso – no que, não custa lembrar, a localização estratégica de Miami é um ponto positivo. Como na matriz parisiense, para garantir a qualidade dos produtos exibidos e, consequentemente, a relevância da feira, os expositores são escolhidos a dedo por um comitê que avalia fatores como design, criatividade, notoriedade da marca e presença comercial na região – nesta edição, serão 200 empresas mostrando mobiliário, iluminação, objetos, louças, acessórios e tecidos para decoração, entre outros itens. Uma iniciativa que faz sucesso na Maison&Objet francesa é o setor dedicado aos designers em ascensão, que coloca em evidência o trabalho de jovens talentosos para formadores de opinião do mundo inteiro. Esta “vitrine” também existirá em Miami, reunindo a produção de sete designers das Américas: Leo Capote (Brasil), Cristian Mohaded (Argentina), Lukas Peet (Canadá), Ramón Laserna (Colômbia), Casey Lurie (Estados Unidos – Costa Leste), Max Gunawan (Estados Unidos – Costa Oeste) e David Pompa (México), cujas criações ilustram esta matéria. Para assegurar que o DNA da feira seja exatamente igual ao de sua “mãe” francesa, a Maison&Objet Americas é organizada pela mesma equipe que cuida da Maison&Objet Paris. No Brasil (e em mais oito países da América Latina), a M&O conta com a expertise de Roberta Queiroz e André Poli, da agência Velvet Design, que atua como seu escritório oficial, difundindo o evento para os brasileiros e, concomitantemente, tratando de levar o potencial nacional para Miami. Ficou a cargo da Velvet a curadoria dos designers brasileiros participantes neste ano: Leo Capote entre os Rising Talents e Zanini de Zanine como o Designer of the Year, o grande nome desta edição”. Leia mais no site.

Fonte: Casa Vogue/Reportagem: Winnie Bastian/13/05/15

http://casavogue.globo.com/MostrasExpos/Design/noticia/2015/05/conheca-maison-objet-americas.html